Auto Moto Escola Parati

Habilitação para todas as categorias: "A - B - C - D - E"

Cursos Profissionalizantes para Motoristas

Notícias

Jovens são principais vítimas do trânsito

27/08/2007

Na última quarta-feira, 25 de julho, comemorou-se o Dia do Motorista. Atualmente, existem no Brasil mais de 40 milhões de habilitados sendo que a maioria tem entre 18 e 30 anos. Porém, o Brasil não tem muitos motivos para comemorar, já que está entre os países em que mais se morre no trânsito.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em seu relatório Juventude e Segurança Viária, todos os anos, 400.000 crianças e jovens com idades entre 10 e 25 anos morrem vítimas de acidente no mundo. De acordo com o estudo, os acidentes lideram o ranking de causas de mortes de adolescentes entre 15 e 19 anos. Os dados englobam pedestres, passageiros com ou sem cinto, motoristas e ciclistas.

O Brasil está hoje entre os seis países que mais registram mortes no trânsito. A estimativa é que o número seja superior a 35.000, e a maioria envolvendo jovens.

Segundo o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito),, em 2005, ocorreram no país 539.919 acidentes, sendo 26.409 com vítimas fatais e 513.510 não fatais. Do total de mortos, 8.338 tinham entre 10 e 29 anos.

Outro dado alarmante apontado no relatório é que, atualmente, 42% dos jovens que dirigem não têm carteira de habilitação. Isto é visto diariamente em diversos locais, assim como em Bragança Paulista, como foi registrado na última terça-feira,24, quando duas ocupantes de uma motocicleta ficaram feridas após envolverem-se em um acidente de trânsito, no Bairro do Popó, sendo que, segundo a polícia, a condutora da moto, uma jovem de 20 anos, não tinha habilitação. (foto)

Entre as principais causas de acidente estão: a desatenção ou imprudência do motorista (57%), excesso de velocidade (15%) e consumo de bebida alcoólica (9%).

Outros dados do Denatran apontam que, dos acidentes ocorridos no país em 2004, cuja idade do motorista foi informada, 44% dos condutores envolvidos em acidentes com vítimas tinham menos de 29 anos. Em 2005 esse percentual subiu para 46%, sendo que 3,4% tinham menos de 18 anos.

Para reduzir esses números, o Contran definiu “O Jovem e o Trânsito” como tema das campanhas educativas que serão realizadas pelos órgãos de trânsito em 2007, para conscientizar não apenas motoristas, mas também pedestres e passageiros sobre a importância da direção defensiva, do respeito e da boa convivência no trânsito

Fonte: Clipping Denatran

Voltar para página principal - Histórico de Notícias